PROJETOS

Fundado em 2006, em Mairiporã, o Museu, protege, preserva e procura interpretar a memória ferroviária, conservando sua documentação, estabelecendo um diálogo entre as pesquisas em fontes documentais e antigos mestres e artesãos do ofício ferroviário, que manifestam disponibilidade na transmissão de seus saberes e saberes fazer à equipe do museu, para que se possa assegurar o futuro de uma importante parte do nosso passado industrial. Partindo desse princípio, foi construída uma réplica em tamanho original, da “Baroneza”, primeira locomotiva a vapor a circular no Brasil em 1854 fabricada na Inglaterra em 1852 por William Fairbairn & Sons
O estudo e a montagem foram realizados pela equipe do museu, iniciativa única e pioneira em nosso país, e cujo equipamento, em breve, estará funcionando.

 

Replica da baroneza ..............................................................................FOTOS

A "Baroneza", foi a primeira locomotiva a vapor no Brasil e a única transformada em monumento cultural pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Circulou pela primeira vez em 30 de abril de 1854, com a presença da Comitiva Imperial quando foi inaugurada a E.F. Petrópolis num trecho de 14,5 km entre Mauá e Fragoso, fundada por Irineu Evangelista de Souza, Visconde e Barão de Mauá. Foi no ato de inauguração da nossa primeira ferrovia que o Imperador Dom Pedro II batizou de "Baroneza" a locomotiva, em homenagem à esposa do Barão de Mauá, Dona Maria Joaquina, e foi nesta oportunidade também, que o Imperador conferiu a Irineu Evangelista de Sousa o título de Barão de Mauá.
Apesar de todo o seu charme histórico, o fato é que a Baroneza já era obsoleta quando foi adquirida - uma nova geração de locomotivas a vapor já havia surgido pelo menos 15 anos antes. A falta de cabine, expondo a tripulação aos rigores do tempo é uma das principais características que evidenciam esse fato. Talvez isso explique por que ela foi retirada tão prematuramente de serviço em 1884, e preservada como patrimônio histórico. Até os anos 1950, ela percorreu a malha ferroviária nacional em várias ocasiões históricas, como o primeiro cenário das ferrovias do Brasil, 1954.

 

 

Recuperação de Patrimônio - Tear

Este Projeto envolve o restauro de nosso patrimonio para que todas as peças do acervo do MAITC estejam em pleno funcionamento e pronto para nossos visitantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 














 

 

Av Dr. Thomaz Rodigues da Cruz , 1113 ( Altura do Km 67 da Autopista Fenão Dias ) | Mairiporã - Sp - Brasil Tel: 011-4604-2999

 

Copyright © Direitos reservados